sábado, 30 de abril de 2016

Como Funciona Refinanciamento De Veículos - Saiba Tudo!

Como Funciona Refinanciamento De Veículos: Com a atual situação do nosso país, muitas pessoas têm se endividado e precisam levantar um dinheiro rápido para quitar algumas dívidas antigas. Quem já tem um carro no seu nome pode recorrer ao refinanciamento para levantar esta grana.


 

 

Tópicos:




  • Valor do empréstimo no Refinanciamento de Veículos

  • Documentos necessários para o refinanciamento de veículos

  • Dúvidas Frequentes

  • O veículo precisa estar no meu nome para refinanciar um veículo

  • O carro ficará no nome do banco

  • O que acontece com meu carro caso eu não pague as parcelas

  • Posso renegociar minha dívida

  • Conclusão


 

 

Neste tipo de empréstimo, você pega o dinheiro com o banco e dá o seu carro como garantia. Assim, você está alienando o carro à instituição financeira. Normalmente este tipo de empréstimo possui juros bem menores do que um crédito pessoal.


 

 

Visto que caso você não pague em dia, o banco fica com o seu carro. Se você se interessou pelo refinanciamento. Saiba como funciona este tipo de empréstimo.


 

 

Como Funciona Refinanciamento De Veículos - Valor do empréstimo no Refinanciamento de Veículos


Tudo vai depender do ano e modelo do seu carro. Carros com mais de 10 anos de fabricação não costumam ser aceitos neste tipo de negócio. Os bancos costumam liberar até metade do valor do seu carro na tabela FIPE.


 

 

Sendo que quanto mais novo o seu carro, os valores do empréstimo serão bem maiores. Outro fator importante é a sua renda mensal, visto que os valores das parcelas do empréstimo não podem ultrapassar 35% da sua renda mensal.


 

 

Documentos necessários para o refinanciamento de veículos


Para ter o valor do empréstimo liberado, você precisa enviar para o banco seus documentos pessoais e do veículo. Em relação a seus documentos você só precisará entregar uma cópia do seu RG e CPF. No mais, você só precisará anexar o CRV (Certificado de Registro do Veículo) e CNH (Carteira Nacional de Habilitação).


 

 

Dúvidas Frequentes


Quem já fez o refinanciamento de um veículo ou mesmo está pensando em fazer, sempre tem aquelas dúvidas que acabam aparecendo depois. Separamos aqui uma lista com respostas ás dúvidas mais frequentes sobre Refinanciamento de Veículos.


 

 

O veículo precisa estar no meu nome para refinanciar um veículo?


Sim. Para pegar um empréstimo através do refinanciamento do seu veículo é necessário que o carro esteja no seu nome. Pois, caso você vá a atrasar o pagamento das parcelas, o banco leva o seu carro.


 

 

Qual a taxa de juros aplicada pelo banco?


Novamente esta resposta depende do ano e modelo do seu carro. Mas os juros de um refinanciamento giram em torno de 2% ao mês. Só para se ter uma base, os juros mensais de um cartão de crédito vão de 9% a 12%.


 

 

O carro ficará no nome do banco?


Não. O carro continuará no seu nome, porém estará alienado ao banco. Ou seja, ele está em estado de garantia e só sairá desta situação quando você quitar o seu empréstimo com a instituição financeira.


 

 

O que acontece com meu carro caso eu não pague as parcelas?


Além de ficar com o nome sujo, o banco irá pegar o seu carro e anunciar em um leilão. Por isso, analise bem antes de contratar este empréstimo. Por mais que as taxas sejam atrativas, ainda assim você estará adquirindo uma dívida.


 

 

Posso renegociar minha dívida?


Você deve entender que caso você não pague as parcelas, é direito do banco, levar o seu carro. Porém, o objetivo do banco não é vender carros em leilão e sim que você pague sua dívida. Portanto, se precisar renegociar sua dívida, converse com o seu gerente e ele lhe mostrará o que o banco pode fazer por você.


 

 

Saiba que, ao renegociar uma dívida, os juros não costumam ser mais tão atrativos como antes. Portanto, faça de tudo para estar em dia com seus pagamentos à instituição financeira.


 

 

Conclusão


Refinanciar um veículo é uma boa maneira de levantar um dinheiro rapidamente dando como garantia o seu carro. Portanto é necessário ter cautela e pensar direitinho como isso vai funcionar no seu orçamento mensal. Planeje as suas finanças e faça um bom negócio!

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Simulador De Empréstimo Consignado - Saiba Tudo!

Simulador De Empréstimo Consignado: Com o crescente aumento no custo de vida da população, muitas vezes temos que recorrer a empréstimos para quitar algumas contas que ficaram “penduradas”. Mas, como todo mundo sabe, empréstimo é uma coisa séria e, dependendo da sua escolha, poderá pagar taxas absurdas.


 

 

Tópicos:




  1. Qual o valor que é possível solicitar ao banco

  2. Qual a taxa de um empréstimo consignado

  3. Onde fazer um simulado de empréstimo consignado

  4. Quais os documentos solicitados ao solicitar o crédito

  5. Conclusão


 

 

E é assim que muitas pessoas procuram um simulador de empréstimo consignado para saber as condições de cada banco. Para quem não sabe o empréstimo consignado tem algumas vantagens que o torna uma das opções mais atrativas para o consumidor. Primeiramente o empréstimo consignado é descontado em folha de pagamento.


 

 

Portanto, há uma segurança maior ao banco, que pode assim lhe oferecer taxas mais atrativas, praticamente impossibilitando a inadimplência. Outra vantagem do empréstimo consignado é que você pode solicitar o crédito mesmo com nome sujo.


 

 

Bastando que você esteja trabalhando de carteira assinada ou que seja aposentado ou pensionista do INSS. Também são aceitos funcionários públicos e militares.


 

 

Simulador De Empréstimo Consignado - Qual o valor que é possível solicitar ao banco?


O valor que você pode solicitar de crédito vai depender do valor do seu salário ou benefício. Um limitador para este tipo de crédito é que as prestações não podem passar de 30% do valor da sua renda mensal. É uma forma de você ter rápida liberação ao crédito de uma forma que seja fácil de você quitar a dívida e confiável para o banco emprestar o dinheiro.


 

 

Qual a taxa de um empréstimo consignado?


Isso certamente varia de cada banco e situação. Porém, em nossas pesquisas constatamos que as taxas de um empréstimo consignado variam de 1,5% a 3,5% ao mês.


 

 

O que já é bem inferior a outras modalidades de crédito. Com uma taxa atrativa destas fica difícil não recorrer ao empréstimo em momento de aperto, visto que o Custo Efetivo Total é bem inferior a outras modalidades.


 

 

Onde fazer um simulado de empréstimo consignado?


Se você fizer uma busca rápida no Google aparecerão dezenas de sites que dizem fazer um simulado e que, muitas vezes, não perguntam nem mesmo a sua renda. Não confiamos neste tipo de serviço que, muitas vezes, só quer te levar para outro site e ganhar uma comissão em cima.


 

 

Em sites de bancos mais confiáveis como Bradesco, Caixa e BV, você é convidado a preencher uma ficha com os seus dados preliminares, para somente depois, o próprio banco entrar em contato com você solicitando documentos que realmente fazem impactam na liberação do crédito ou não.


 

 

simulador de empréstimo consignado


 

 

A negociação é muito tranquila e sem burocracia, afinal o risco é muito pequeno para a instituição financeira, justificando as taxas.


 

 

Quais os documentos solicitados ao solicitar o crédito?


Por mais burocrático que pareça ser o processo é bem simples. O banco entra em contato com você e solicita seus documentos pessoais. Estes documentos são CPF, RG, Comprovante de Residência e Contracheque.


 

 

Sem sombra de dúvida, o contracheque é o mais importante, pois, ele é que vai determinar a sua capacidade de crédito, equação que é obtida basicamente da sua renda mensal.


 

 

Conclusão


Se você está precisando de crédito para realizar sonhos. Fazer uma viagem ou mesmo pagar dívidas, a sua escolha deve ser o empréstimo consignado. Somente com ele você vai obter taxas bem atrativas e prestações que cabem no seu bolso. Vale lembrar que mesmo com taxas atrativas.


 

 

Ainda é um empréstimo e toda e qualquer forma de crédito deve ser analisada previamente e planejada. Visto que parte do seu orçamento mensal será comprometida com esse valor, sem maneiras de cair na inadimplência. Portanto, não deixe de fazer uma simulação de empréstimo consignado no banco de sua escolha e ter acesso ao crédito que você tanto sonha.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Empréstimo Consignado INSS - Saiba Tudo Sobre Consignado!

Empréstimo Consignado INSS: Se você vai fazer um empréstimo consignado no INSS precisa ficar atento em algumas coisas que nem sempre você sabe, por isso, listei algumas dicas para que você possa fazer o melhor empréstimo possível dentro das suas condições.


 

 

Tópicos:

  • Não faça o empréstimo no primeiro banco que aparecer

  • Verifique a autenticidade do banco junto ao governo

  • Verifique todo o contrato

  • Confira as parcelas e o Custo Efetivo Total (CET)

  • Pagamento para agilizar o processo não existe

  • Não pegue empréstimo consignado para os outros


 

 

Empréstimo Consignado Inss - Não faça o empréstimo no primeiro banco que aparecer


Se você é beneficiário do INSS, ou seja, se você é aposentado ou pensionista do INSS, pode pegar o empréstimo em qualquer banco que tenha convênio com o Instituto Nacional do Seguro Social. Então, se você pode escolher qualquer um dos bancos que possui convênio, porquê escolher o primeiro que aparecer?


 

 

Você deve fazer uma pesquisa minuciosa entre todos os bancos, inclusive os menores, pois normalmente são eles que oferecem as menores taxas de juros e são essas taxas que vão trabalhar no seu pagamento, ou seja, são elas que vão determinar o quanto você vai pagar a mais do que pegou emprestado.


 

 

Empréstimo Consignado Inss - Verifique a autenticidade do banco junto ao governo


Se escolheu um banco pouco conhecido para fazer o empréstimo consignado do INSS, você deve ter certeza de que aquele banco está autorizado a fazer esse tipo de serviço e para conseguir fazer isso, você deve olhar a situação desse banco no Banco Central.


 

 

Outra dúvida que você deve tirar antes de fazer o empréstimo é verificar se esse banco realmente tem convênio com o INSS, pois se não tiver, você não vai conseguir o seu empréstimo.


 

 

Verifique todo o contrato


Essa parte é muito importante, pois fazer acordos boca a boca é bem fácil, difícil é inseri-los no contrato, por isso, não tenha pressa em ler o contrato proposto pelo banco. Verifique se está tudo dentro do que foi combinado e o principal, não assine se ainda restarem dúvidas.


 

 

Procure um especialista, o gerente do banco ou qualquer outra pessoa que possa tirar a sua dúvida e explicar os termos do contrato que você não conseguiu entender. Muitas pessoas já conseguiram taxas muito abusivas como bônus por não terem lido o contrato, e eu não quero isso para você e acredito que você também não, né?


 

 

Confira as parcelas e o Custo Efetivo Total (CET)


Quando você faz um empréstimo, mas importante do que quanto vai receber é quanto você vai pagar, porquê se não as coisas vão desandar para o seu lado. Por isso, antes de fechar o contrato, verifique se as parcelas, que serão descontadas diretamente da sua aposentadoria, estão com um valor bom.


 

 

Um valor que não fará com que você passe aperto nos próximos meses em que ela será descontada, se isso acontecer, tente abaixar um pouco mais o valor das parcelas. Outro valor que deve ser verificado é o CET, pois ele significa tudo o que você vai pagar, ou seja, o valor que pegou emprestado mais as taxas de juros.


 

 

Então, sabendo o quanto pagará no total, você pode se planejar e até pagar adiantado se conseguir o dinheiro antes, assim conseguirá um desconto por causa dos juros que não serão aplicados.


 

 


Pagamento para agilizar o processo não existe


Algumas pessoas vão pedir para que você dê um dinheiro adiantado para que o empréstimo saia mais rápido, mas isso não existe, até porquê o INSS é um órgão público e normalmente, eles dão uma margem de tempo para o empréstimo ser efetivado e isso acontece nunca antes e nunca depois dessa margem.


 

 

Não pegue empréstimo consignado para os outros


Pode ser a sua esposa, sua tia, seu filho ou o seu cachorro, não pegue empréstimo consignado para eles, ou melhor, não pegue nenhum tipo de empréstimo para eles. Vamos supor que você faz um empréstimo de 5 mil reais para o seu tio e ele vai pagar em 30 meses.


 

 

Só que em 15 meses ele esquece ou não tem dinheiro para pagar, você terá que fazer um escolha: Você pode deixar largado e ficar com o nome sujo ou você vai pagando as parcelas e depois fica cobrando o seu tio. Creio que nenhuma das duas opções é confortável, não é? Por isso, só pegue empréstimo se for para o seu uso e nada, além disso!

terça-feira, 26 de abril de 2016

Refinanciamento De Imóvel - Saiba Tudo Sobre Refinanciamento!

Refinanciamento De Imóvel: Se você está precisando de dinheiro para reformar sua casa, quitar dívidas ou mesmo investir em um negócio próprio e não quer enfrentar taxas altíssimas de empréstimos convencionais, eu lhe apresento o refinanciamento de imóveis.


 

 

Tópicos:




  • As vantagens

  • Etapas do processo

  • Perguntas frequentes

  • Posso complementar renda

  • Posso utilizar o FGTS para amortizar a dívida?

  • Posso utilizar imóvel em nome de Pessoa Jurídica?

  • Imóvel Rural pode ser refinanciado?


 

 

Refinanciar um imóvel, seja ele comercial ou residencial, é a forma mais vantajosa de se obter crédito no mercado. O acesso ao crédito é feito de forma muito rápida, visto que você dará o seu imóvel como garantia de quitação das parcelas.


 

 

Refinanciamento de imóvel - As vantagens


A principal vantagem do refinanciamento de imóveis é o acesso ao crédito com taxas muito menores do que nos empréstimos convencionais. Pro banco é uma garantia extra, visto que o imóvel já existe e caso você venha a atrasar as parcelas, o banco não fica no prejuízo.


 

 

O prazo de pagamento também é um atrativo desta modalidade de crédito. Enquanto os empréstimos pessoais solicitam que a dívida seja paga em até 60 meses, no refinanciamento de imóveis a dívida pode ser quitada em até 240 meses.


 

 

Outra vantagem é o valor do empréstimo. Visto que imóveis são mais caros, o valor que você pode ter de crédito é de até 50% do valor avaliado do imóvel. A rapidez de liberação do crédito é bem vantajosa, visto que em até 45 dias você já estará com o dinheiro na sua conta.


 

 

Da para se planejar e realizar seus sonhos com um tempo muito curto. Além de todas as vantagens listadas acima, você ainda não tem restrição para uso do dinheiro solicitado.


 

 

Etapas do processo


Primeiramente você deve escolher o banco que tem as taxas mais atrativas para você. Após isto, você entra em contato com a instituição e envia a sua documentação de comprovação de renda. O banco vai analisar e ver se você tem condições de pagar as parcelas.


 

 

Vale lembrar que as parcelas não podem passar de 35% do valor da sua renda mensal. Após comprovada a sua renda mensal, o banco irá solicitar os documentos do imóvel. Caso esteja tudo certo, o banco entra em contato e solicita o parecer de um engenheiro. Após o parecer técnico, o banco aprova a sua solicitação e emite o contrato.


 

 

Com o contrato em mãos, você deve levá-lo ao cartório em que o imóvel foi registrado para alienar em nome do banco. Com tudo feito corretamente, o banco inicia o processo de liberação do capital.


 

 

Perguntas frequentes


Muitas dúvidas podem surgir, mas estamos aqui para te ajudar com as dúvidas frequentes nesta modalidade de crédito.


 

 

Posso complementar renda?


Sim. Você pode complementar a renda com pais, parenta e qualquer pessoa que esteja no grau permitido pelo banco. Alguns bancos, por exemplo, só permitem que se complemente renda com parentes de primeiro grau.


 

 

Posso utilizar o FGTS para amortizar a dívida?


Não. Isto acontece, pois, o refinanciamento imobiliário se enquadra no SFI (Sistema Financeiro Imobiliário). E operações com FGTS só podem ser utilizados em SFH (Sistema Financeiro de Habitação).


 

 

Posso utilizar imóvel em nome de Pessoa Jurídica?


Sim, esta operação é possível. Porém, os juros aplicados à Pessoa Jurídica são muito mais altos do que os aplicados para Pessoa Física. Vale à pena verificar com o banco e colocar na balança.


 

 

Imóvel Rural pode ser refinanciado?


Não. Só é possível refinanciar imóveis comerciais ou residenciais que se localizem dentro de perímetros urbanos.


 

Conclusão


Caso você esteja precisando de acesso ao crédito o refinanciamento de imóveis pode ser uma boa escolha, visto que você consegue um valor interessante a taxas muito atrativas. Precisa de dinheiro? Conheça já o Refinanciamento de Imóveis e realize imediatamente seus sonhos.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Como Fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa!

Como fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa: A Caixa é um dos maiores bancos do Brasil. Atualmente a caixa possui linhas de crédito bem interessantes para quem quer um empréstimo a juros bem baixos.


 

 

Tópicos:




  • CDC Crédito Direto Caixa

  • CDC Automático

  • CDC Turismo

  • CDC Sênior

  • CDC Salário

  • Simulador de Empréstimos da Caixa


 

 

Se você está precisando de dinheiro, mas não sabe quanto vai pagar, você pode utilizar o Simulador de Empréstimo Caixa. A Caixa possui diversas linhas de Créditos e aqui vamos lhe ajudar a simular o seu empréstimo na Caixa de uma forma bem simples.


 


 

Como Fazer Uma Simulação de Empréstimo na Caixa - CDC Crédito Direto Caixa


É a modalidade de empréstimo que possui os melhores benefícios. Atualmente a Caixa disponibiliza até 50 mil reais com pagamento em até 48 meses. Para utilizar um CDC é necessário ter uma conta no banco.


 

 

Os juros são diferenciados, pois são descontados automaticamente da sua conta na data definida em contrato. Atualmente temos quatro tipos de CDC. O Automático, Turismo, Sênior e Salário.


 

 



Simulação de Empréstimo na Caixa - CDC Automático


O CDC Automático vai depender da análise de crédito de cada cliente. Pode ser pago em até 48 meses e atualmente conta com juros de 5,5%.


 

 



Simulação de Empréstimo na Caixa - CDC Turismo


O CDC turismo é destinado a pessoas que querem viajar pelo Brasil ou exterior e se destina a aposentados ou pensionistas do INSS. O limite de crédito que a Caixa disponibiliza é de 30 mil reais, com opção de pagamento de até 24 vezes. O valor das parcelas é automaticamente descontado do beneficio do usuário. Os juros são de 5,5%.


 

 



CDC Sênior


O CDC é destinado para aposentados ou pensionistas do INSS que recebem o benefício na Caixa. O valor de crédito é de acordo com análise feita pelo CEF. O prazo de pagamento é de até 36 vezes com juros de 5,5%.


 

 



CDC Salário


Esta modalidade de crédito é destinada a pessoas que possuem conta salário na Caixa. O limite de crédito é de até 50 mil e possuem prazo de 48 vezes para quitar a dívida.


 

 



Simulador de Empréstimos da Caixa


Agora que você já escolheu a modalidade de crédito que deseja utilizar. Você pode ir até o simulador de empréstimos Caixa para ver as condições que o banco te oferece para realizar seus sonhos. Acesse AQUI o simulador. Primeiramente você deve escolher se o empréstimo se desta a Pessoa Física ou Jurídica.


 

 

como fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa - imagem 1


 

 

Para nosso exemplo, estamos simulando um empréstimo para Pessoa Física. Após continuar, escolha entre uma das modalidades de crédito que foram explicadas no começo do artigo. Após sua escolha, continue o processo. Vamos utilizar aqui o CDC Automático.


 

 

como fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa - imagem 2


 

 

Na próxima etapa, você deverá escolher do dia de vencimento das parcelas do seu empréstimo. Planeje-se para ser um dia em que tenha dinheiro na sua conta, visto que será descontado automaticamente o valor das parcelas.


 

 

No próximo campo, escolha o valor que quer pegar de empréstimo. Lembre-se que o valor deve estar no limite que informamos acima. Outra coisa importante é que na hora de digitar o valor, não se esqueça da vírgula. Assim como na imagem abaixo.


 

 

como fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa - imagem 3


 

 

Após prosseguir, o simulador vai lhe informar as opções de acordo com os dados que você informou. Vale lembrar que estes valores são sujeitos a aprovação de crédito.


 

 

como fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa - imagem 4


 

 

Em nossa simulação, estamos simulando um valor de R$4.500,00 de 10x de 625,89, ficando um valor final de R$ 6.258,90 a uma taxa de juros de 5,5% ao mês. Após continuar com a simulação, será mostrada uma tela com o resumo da sua simulação.


 

 

Se as condições te agradaram, sugiro imprimir a tela e mostrar ao seu gerente. Talvez ele consiga melhorar ainda mais as condições de acordo com o seu relacionamento com a Caixa.


 

 

como fazer Uma Simulação De Empréstimo Na Caixa - imagem 5


 

domingo, 24 de abril de 2016

Empréstimo Pessoal Online - Saiba Tudo Sobre Empréstimo Pessoal!

Um empréstimo pessoal online não tem as pequenas taxas de juros do empréstimo consignado, mas também tem suas vantagens, mas isso fica para depois que eu te falar o que é um empréstimo pessoal...

 

 

Tópicos:

  • Vantagens;

  • Desvantagens;

  • Como fazer.


 

 

De acordo com o site Bom para Crédito, a definição de empréstimo pessoal é essa aqui: “É um contrato de crédito entre o cliente e a instituição financeira, onde o cliente recebe uma quantia financeira que deverá ser devolvida ao banco ou à financeira no prazo determinado, acrescida dos juros acertados.”

 

 

Ou seja, basicamente é um empréstimo como qualquer outro. Mas como sabemos cada tipo de empréstimo tem as suas peculiaridades e por ser um empréstimo online. ele deve ter mais peculiaridades ainda e essas, serão vistas nas vantagens e desvantagens.

 

 

Empréstimo Pessoal Online - Simulação pré-contrato


Em minha opinião essa é uma grande vantagem, pois você conseguirá saber quanto tempo irá ter que pagar e quanto irão gastar no total (com o acréscimo dos juros), de acordo com o valor que irá solicitar a instituição financeira.

 

 


Sistema de desconto para pagamentos antecipados (automatizados)


Vamos supor que você pegou 5 mil em Janeiro de 2016 e vai pagar 7 mil em 60 meses, só que em Dezembro de 2016, você já conseguiu reunir todo esse valor e resolve pagar, o que vai acontecer?

 

 

Os juros das outras 49 parcelas não serão acrescentados e você vai acabar pagando menos do que 7 mil reais, já que esse é valor com o acréscimo mensal de juros sobre juros.

 

 

Você escolhe quando começará a pagar as parcelas


Com certeza haverá um prazo limite e vamos supor que esse prazo limite para começar a pagar seja de 60 dias (2 meses), você pode começar a pagar até o segundo mês após pegar o empréstimo.

 

 

Mas, tem um, porém, o fato de você começar a pagar 2 meses após a retirada do valor do empréstimo pessoal não quer dizer que os juros não irão incidir sobre o valor nesses dois meses, então, você irá pagar um valor total maior ainda.

 

 

Ele é online


Essa é a principal vantagem do empréstimo pessoal, pois você conseguirá fazer tudo em casa e se já tiver um limite pré-aprovado, conseguirá o empréstimo em poucos minutos e dependendo do banco, isso pode acontecer até de madrugada!

 

 

Desvantagens


 

 

Os Juros são bem altos


Claro que vai variar de banco para banco, mas normalmente, os juros desses empréstimos costumam ser bem mais altos do que os outros tipos.

 

 


Dependendo do seu perfil…


… o empréstimo pessoalpode vir a ser uma pedra no seu sapato, principalmente se você não cuida das suas rendas e vive no aperto, essa situação recorrente fará com que você pegue vários empréstimos e logo, estará pegando um empréstimo para pagar o outro, o que não é nada bom.

 

 

Como fazer um empréstimo pessoal online


Essa parte não tem muita variação de banco para banco.

 

  1. Você precisará fazer um cadastro.


 

  1. Deverá informar seus dados pessoais, financeiros e profissionais. Além disso, também deverá dizer quanto precisa, qual será a finalidade do dinheiro e em quantas parcelas pretende quitar o empréstimo.


 

  1. A instituição fará uma análise dos dados e irá aprovar ou não a sua proposta.


 

  1. Se aprovar, ela poderá pedir alguns documentos e após isso, gerar boletos bancários ou o débito em conta, e pronto, o dinheiro será liberado!


 

  1. O 3° e o 4° passo podem acontecer em um ou mais dias.


 

 

Espero que tenha sanado todas as suas dúvidas e se ainda tiver alguma, deixe nos comentários (te responderei o mais breve possível) e até a próxima!

 

 

“Acabou?” Eu quase se esquecia do bônus.  E qual será o bônus? Uma comparação entre algumas empresas que oferecem o empréstimo online

 

 

BankFácil


Taxa de juros: 1,05% a 2,72%

 

 

Vantagens:



  • Oferece empréstimos de grandes valores, no entanto, você deve ter um imóvel (Empréstimo de $30 mil reais a $2 milhões de reais) ou um automóvel (Empréstimo de $5 mil reais a $100 mil reais) como garantia.


 

 

O parcelamento também varia de acordo com a garantia:



  • Imóvel: até 20 anos de prazo;

  • Automóvel: Até 60 meses de prazo;

  • Oferece empréstimos de até 90% do valor da garantia.


 

 

Desvantagens:



  • Em caso de falta de pagamento das parcelas, o BankFácil pode tomar a garantia.

  • Todos os empréstimos são feitos com uma garantia.


 

 

Lendico


Taxas de juros: 2,4% a 3,8%

 

 

Vantagens:



  • Possui um simulador no site que mostra detalhes das parcelas e das taxas cobradas.


 

 

Desvantagens



  • Os formulários devem ser impressos e depois digitalizados para o envio posterior.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Como Fazer Cartão De Crédito - Saiba Como Fazer Cartão!

Como Fazer Cartão De Crédito: O cartão de crédito está presente na vida da maioria da população brasileira. Para você ter uma noção, no último estudo feito pela Associação Brasileira das empresas de cartões de crédito e serviços (Abecs)...


 

 

Tópicos:




  • Como Fazer Cartão

  • Mas, por que é tão difícil fazer cartão de crédito...

  • Sua vida não passou no teste

  • A sua renda não está acima do limite

  • Simplesmente o banco não te quer

  • Qual a documentação necessária para fazer um cartão de crédito?

  • Dúvidas frequentes sobre o cartão de crédito?


 

 

Cerca de 700 milhões de cartões estavam em “circulação” por todo o país em 2013, ou seja, esse número já deve ter passado do primeiro bilhão, não tenha dúvidas disso, mas, infelizmente, esse é o estudo mais atual feito pela Asbec, então, não tem como comprovar.


 

 

Mas o que eu quero te mostrar é que naquela época, em média, cada brasileiro possuía 3 cartões e isso é muita coisa, em minha opinião, muito ruim, mas essa discussão fica para outro artigo.


 

 

Como Fazer Cartão De Crédito


Com 700 milhões nas mãos da população, deve ser bem fácil fazer cartão de crédito, não é? Errado! Uma pesquisa feita pela própria AsbecDiz que 80% dos pedidos para fazer um cartão de crédito são recusados, ou seja, esses 7 milhões representam os 20% que conseguiram fazer um cartão, acho que agora a especulação pode ser comprovada.


 

 

Mas, por que é tão difícil fazer cartão de crédito em um país que está em nono lugar do mundo (ranking dos países que mais fazem uso dos cartões de crédito)?


Existem diversos motivos, porém, aqui eu vou citar os mais recorrentes:


 

 

Sua vida não passou no teste


O que isso quer dizer? Nome no SPC e no Serasa, se você for um mau pagador, vive se endividando e sem necessidade, tudo isso vai contar para que o banco não aprove a sua proposta e você não receba o seu cartão.


 

 

Lembrando que uma mesma situação pode variar de banco para banco, ou seja, um banco pode te aceitar mesmo você tendo um nome no SPC, enquanto outro vai querer você longe. Se esse não é o seu problema, vamos para o próximo motivo.


 

 

A sua renda não está acima do limite


Todo banco tem um limite para cada tipo de cartão de crédito, um limite mínimo de renda. Essa lista limite não é divulgada, mas foi feita, basicamente, com esse pensamento:


 

 

Se você recebe pouco, não vai receber um cartão com um alto limite de crédito por que não vai conseguir pagar, se você recebe muito, vai poder receber um cartão com alto limite de crédito. Se essa também não é a sua situação, vamos tentar o próximo motivo.


 

 

Simplesmente o banco não te quer


Você paga tudo em dia, gasta menos do que recebe, poupa, resumindo, você tem uma educação financeira. Mas você também tem uma renda e um perfil parecido com o de um antigo cliente que acabou se descontrolando.


 

 

E não conseguindo pagar as suas dívidas, o que vai acontecer? O banco não vai querer pagar pra ver e vai rejeitar o seu pedido por causa do antigo cliente.


 

 

Qual a documentação necessária para fazer um cartão de crédito?


Basicamente posso dividir essa etapa em duas partes: A primeira parte é o preenchimento da proposta, onde colocarão diversos dados, inclusive os pessoais. A segunda parte é enviar os documentos necessários para a instituição. Esses documentos irão variar de banco para banco, mas tem alguns documentos que são comuns a todos:


 

 

  • CPF;

  • Carteira de Identidade;

  • Comprovante de residência;

  • Comprovante de renda.


 

 

Dúvidas frequentes sobre o cartão de crédito?


 

 

Quais são as taxas (encargos) que podem incidir no cartão de crédito?


R: Juros de mora (1%), Multa moratória (2%) mais as taxas contratuais.


 

 

O Comerciante pode exigir uma diferença de valor no pagamento feito com o cartão?


R: Não, o pagamento com o cartão é como o pagamento à vista.



 


 

Quais são as opções de pagamento da fatura do cartão de crédito?


 

 

  1. Opção: Pagamento do valor total da fatura até a data do vencimento.


 

  1. Opção: O consumidor paga o valor do pagamento mínimo e faz o uso do crédito rotativo e assim é como se ele estivesse financiando o saldo da diferença verificada entre o valor total da fatura e o valor que foi pago.


 

  1. Opção: Pagar um valor maior do que o mínimo, mas menor do que o total.